sexta-feira, 18 de abril de 2008

Calendário de inverno

- Tá frio, né?
- O pior já passou.
- Passou por onde?
- Passou, acabou, c'est fini. Agora é primavera.
- É primavera, mas não impede de ainda estar frio.
- Você nunca tá satisfeito. Quanto é verão, reclama do calor. Quando é inverno, reclama que está gelado.
- São os ares parisienses.
- Que fazem o frio?
- Não, que me fazem reclamar.
- Bom, ao menos terminou a estação.
- Demorou, né?
- Isso é verdade.
- Sabe, contei quantos dias dura o inverno aqui.
- Ué, são três meses, como em qualquer país.
- Três meses no calendário, mas o "fator friaca" varia de acordo com a região. Ou você acha que as pessoas vão pegar uma praia na Antártida quando é verão por lá?
- C'est vrai.
- Então, quer acompanhar meus cálculos?
- Diga.
- Estamos de acordo que o outono é frio?
- Estamos.
- Então some outono e inverno. São 180 dias de temperaturas gélidas.
- Ok, 180. Mas resta meio ano de calor.
- Nada disso. A primavera tá aí e todo mundo ainda sai de casaco. Acrescenta mais 45 dias.
- Continua.
- E quando tá nublado? Já viu cidade pra ter um tempo mais feio do que Paris?
- Às vezes é dose mesmo. Deve ser assim uns 3 meses por ano, né?
- Exatamente. Mais 90 dias.
- Já são 315.
- E aí uma manhã você acorda e tá um tremendo sol lá fora. Animado, desce de bermuda e havaianas, mas congela até o pâncreas ao sair do prédio.
- É horrível.
- Ô, se é.
- De que lado fica o pâncreas mesmo?
- Sei lá. Do lado de dentro.
- Tá, gênio, continua...
- Então, ano passado houve 26 desses falsos alarmes.
- E você congelou os 26?
- Não, só 25. No último já estava esperto.
- Acho que o inverno gelou foi o seu cérebro.
- Tá somando ou não tá?
- Tô. Até agora deu 341.
- E ainda não citei as tempestades de verão, comuns por aqui. Li no jornal que foram 22 em 2007.
- Fazendo os seus cálculos, são 363 dias de frio. Ainda sobram 2 de sol.
- O quê? Não sobra nada. Esqueceu que recentemente nevou duas vezes?
- Você é brilhante mesmo...
- Minha mãe também acha.
- No fim das contas, o que importa é que o verão está chegando.
- É verdade. Não agüentava mais.
- E quais são seus planos?
- Eu vou pro Brasil.
- Pro Brasil, pro inverno de lá? E vai fazer o quê?
- Como assim? Usar todos esses casacos que comprei, claro.

11 comentários:

Anônimo disse...

ha ha ha daney vc é mesmo impagável! me lembrei de londres diante do seu calendário. costumava marcar num diário os dias de sol e de fato, sobram uns dois no máximo! kkkkkk parabéns! brilhante como sempre!
beijos!
cris dias

Anônimo disse...

Ô meu querido! Deu pena...
Realmente deve ser complexa a parada! Aqui faz friozinho no inverno. Serve de consolo? Por exemplo: Alto Paraíso no inverno, é frio pra caramba! Costumo ficar como uma celola... muitas camadas!
Pensarei em você com todo o carinho do mundo quando estiver fazendo aquele calorão, tá?!
Pense positivo: você está se tornando um homem mais forte e mais preparado! Enquanto nós índios aqui do lado debaixo do equador, ficamos molinhos, molinhos com o calorão tropical!
Beijos ensolarados!
Flor do México

Andréa disse...

Oba, estamos te esperando no inverno pra pegar uma "friaca brother"!!!
Pensando bem, acho que você gosta mesmo é do frio, só pra não ter que ver ninguém com calça capri, blusa regata e pochete circulando por aí....

Vem logo!!!!
Beijos,
Déia

Carol Nogueira disse...

Vai, não! Fica!
On se voit demain?

Isolda disse...

Seu blog é o antídoto mais eficaz pra qualquer tipo de aborrecimento. Está entre os meus preferidos. Leio seu blog morrendo de rir porque, por acaso, me casei com um francês que está morando em Sampa há menos de um ano e ele vive aventuras parecidas com as suas (ao contrário). Seria "as desventuras de um francês na terra da caipirinha"rs...Me avise quando tiver a idéia de fazer desses blogs, um livro. Sucesso, na certa. Um beijo.
Isolda
http://blogisolda.blogspot.com/

FabiCatarse!! disse...

...então esse ano Paris terá um dia de Sol!! 2008 é bissexto!!

Gisa disse...

Como a Cris dias eu marcava no calendário os dias de sol. Contornava em amarelo e ficava arrepiada quando num mes não havia mais que 1 dia contornado ou nenhum. Isso e mais o mau humor dos franceses me fez voltar ao Brasil e apesar de todas as desvantagens achar que moro no melhor lugar do mundo...rs.
Beijos

Fer Tor4 disse...

Oi, coloquei "morar em Paris" no google e te achei. Li tudo num respiro e me rachei de rir! Virei fã. Mas acho que tudo que tu escreve é coisa da tua cabeça, viu? Não existe tanta gente interessante assim no mundo, existe?

Isolda disse...

Oi Daniel,
Enviei um email para a sua caixa postal do gmail. Obrigada por sua postagem
um beijo
Isolda

fernanda disse...

cara parabéns seus textos são muito muito muito bons! ri mto!

Eloi disse...

Cara, voltei pra Paris e fez um solzinho mandrake hoje à noite que ainda motivei a sair pra passear como se fosse verão. Mas de blusa e casaco. Mas como te falei, aparentemente vai superar a casa dos 20 graus a qualquer momento. Prepare tuas bermudas, camisetas regatas e chinelos rider, é nois no Paris Plage 2008! Ô vidinha...